Celso Dias mantém Pasta

No dia 1º de janeiro a Prefeitura de Santo Antônio da Platina será administrada por um novo grupo de lideranças com incentivo e apoio de segmentos religiosos como a Renovação Carismática Católica (RCC) e a Igreja Metodista que ao longo da última campanha somaram forças e trabalharam com um único objetivo: propagar uma administração séria, transparente e honesta. Daí para frente é aguardar para que os resultados venham de encontro às expectativas pré-anunciadas.

Para tanto, o prefeito eleito para a gestão 2017-2020, Professor Zezão Coelho (PHS) que segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) teve 10.086 votos, com 48,41% dos válidos, procurou agregar à sua equipe de governo – pelos nomes até agora divulgados – pessoas de boa idoneidade, responsáveis e com capacidade de contribuir para que a administração passe para a sociedade, a satisfação de ter feito a melhor escolha. Um exemplo de um cargo que será ocupado por um cidadão muito respeitado no Município e que tem atuado com serenidade e comprometimento trata-se de Celso Dias de Oliveira(fotos), 71 anos, que na atual gestão de Pedro Claro de Oliveira Neto (DEM), ocupa o cargo de Secretário da Fazenda.
Quando Zezão anunciou Celso Dias como um membro de sua equipe, o que chamou a atenção é que o indicado foi Secretário no governo José Ritti Filho (PSB) que concorreu nas eleições de 2004 pela Coligação “Juntos para Mudar”, e ficou à frente do Executivo nos anos 2005 e 2006, depois disso, foi substituído pelo vice-prefeito Pedro Claro, por motivos administrativos. Pedro assumiu e manteve Celso como secretário. Em 2008, a candidata Maria Ana Vicente Guimarães Pombo (PT) venceu as eleições e, sendo eleita, manteve Celso Dias no mesmo cargo. Mais uma eleição municipal pela frente e, em 2012, Pedro concorre e vence o pleito assumindo até o dia 31 de dezembro próximo e, também, optou por ter Celso Dias na mesma função, aliás, a qual assumira em 2004, ou seja, quatro vezes em quatro mandatos consecutivos.
Até então Celso se orgulhou de estar presente em três gestões consecutivas e trabalhando com três prefeitos. E, para sua surpresa, já que não aspirava à continuidade tanto é que afirmou que não se envolveu nas eleições dando apoio a nenhum grupo político e deixando o novo gestor público tranquilo para a escolha, o que é algo de praxe, já que Dias ocupa um cargo de confiança, quer dizer, é um profissional comissionado na Prefeitura,  e foi chamado a integrar o novo grupo.
A sensação de ter feito ao longo dos anos, um trabalho muito bom, foi imprescindível para lhe proporcionar o convite – por parte do prefeito eleito Zezão que estava na companhia do vice-prefeito eleito Chico da Aramom e do Coronel Diniz, já aposentado do comando do 2º Batalhão de Polícia Militar em Jacarezinho –, para permanecer numa das mais importantes pastas de uma administração pública, que é a Secretaria da Fazenda convite que Celso atribuiu como um reconhecimento pela seriedade com que exerce sua função.
“Após a eleição em outubro, Zezão, Chico e Diniz vieram aqui na prefeitura. Confesso que, desta vez, pensei que, caso me chamassem para estar no governo, não seria surpresa, porque com humildade entendo que fiz um bom trabalho. E, se não chamassem também não seria surpresa porque todo prefeito eleito escolhe nova equipe e, conversamos e fizeram o convite, fiquei emocionado, satisfeito, grato, e também muito disposto a enfrentar mais este desafio e em condições de contribuir com minha experiência, para que a administração do Zezão tenha êxito”, esclareceu.
Celso Dias de Oliveira fez o primeiro ano do curso técnico de Economia. Por 29 anos foi um dos sócios da tradicional transportadora Rodoviário Afonso começando as atividades em 1974 e envolvido com a parte contábil na administração da empresa platinense. Com a Matriz em Santo Antônio da Platina, tinha sete filiais e 420 funcionários. “Foi uma época boa e desafiadora, enfrentando períodos bastante positivos que fez a empresa crescer, mas, também, enfrentando a crise de 1998, época do governo de Fernando Collor (PRN – 1990/1992) quando o movimento caiu e uma crise econômica tomou conta do País obrigando-nos a se adequar à realidade daquele momento”, disse. Também recordou que o Rodoviário Afonso lhe proporcionou o convívio com grandes empresas do País, como Nestle,dando-lhe bastante experiência.

Em 1998 se desligou da empresa por motivos particulares. Depois de algum tempo abriu a Panificadora Casa do Pão e, em seguida, uma Casa Lotérica com seu irmão Gerson Dias. A passagem de seu perfil administrativo no setor privado para o público se deu em final de 2004. “Na época do Rodoviário Afonso tinha muito contato com o Bebé (se referindo ao amigo Roberto Giovannetti) que foi uma ponte entre eu e o prefeito eleito, na ocasião, José Ritti Filho, que me fez o convite para ser tesoureiro na sua gestão, mas, na realidade, era para assumir a pasta da Fazenda, mas, depois de quase dois anos na administração de Ritti, pedi minha exoneração por incompatibilidade de ideias, nada pessoal.
Nesta época já tinha me desligado tanto da Panificadora como da Lotérica. Só que, em junho de 2007, com Pedro Claro assumindo a Prefeitura no lugar de Ritti, fez o convite para que eu voltasse e então fiquei até o final daquele mandato”.
Fazer parte da administração de Maria Ana (2009-2012), também foi algo interessante, disse ele. É que estava em sua casa e recebeu a visita da prefeita eleita. “Ela sentou no sofá de minha sala, conversamos, tirei algumas dúvidas dela, naquele período de transição e, a partir dali foi criado um vínculo maior e o convite nem foi feito, ou seja, ela saiu de minha casa já considerando minha permanência na Secretaria da Fazenda, não nego, foi muito gratificante e uma surpresa, não esperava, havia completado mais um ciclo administrativo e nada mais do que normal, entregar o cargo para que o novo gestor coloque pessoas de sua confiança à frente das pastas e, me vi novamente integrando uma nova equipe. Até mesmo minhas filhas tinham ligado e perguntado se eu tinha sido procurado pela prefeita eleita e se iria continuar no cargo, tudo foi muito natural”, enfatizou acrescentando ainda que “a prefeita Maria Ana queria também saber a previsão de recursos, a média dos recursos que entravam no caixa da Prefeitura, o que saia dos cofres públicos e o que poderia gastar, vi muita seriedade na prefeita eleita”.
Em maio de 2012 Celso Dias viveu o momento mais triste de sua vida, que foi o falecimento de sua esposa Dora Marli Guimarães de Oliveira, com 63 anos de idade, com quem estava casado há 42 anos. “Foi uma fase delicada de minha vida e tive muito apoio de minhas filhas”, disse ele se referindo a Cristine, Patrícia e Lígia.
O Secretário da Fazenda recorda que logo depois que Pedro Claro venceu as eleições em 2012, pelo DEM, o veterinário Alexandre Levatti comentou sobre a permanência de Celso na Prefeitura e o convidando para o governo de Pedro Claro e, “quando saiu a lista dos secretários o meu nome estava lá”, disse Celso.
Dias começou a trabalhar com 16 anos no prédio onde hoje funciona o Cinema Caffé, permanecendo no estabelecimento até os 29 anos.

Vejo que a Lei de Responsabilidade Fiscal é algo muito bom que se implantou porque a população tem mais controle do que se está gastando”.

Atualmente, segundo o Secretário da Fazenda, a Prefeitura de Santo Antônio da Platina tem 1.080 servidores públicos. São 548 atuando em todos os setores que envolvem a Educação e 532 distribuídos nas outras diversas funções da administração. Com relação à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) Celso ressaltou que “vejo que a LRF foi algo muito bom que se implantou porque a população tem mais controle do que se está gastando”.
Ele também recordou: “Em 2005 (gestão de Ritti) quando entrei na Prefeitura, percebi que a situação dos precatórios era impagável. Olhava os números, os diversos casos, e via que não tinha fim. De lá pra cá, sempre atuei com muita transparência e serenidade então vejo que me convidaram não tanto pela capacidade, que acontece e vai evoluindo com o conhecimento que se vai adquirindo diariamente, mas mais pela honestidade, por antever o que pode acontecer, o que vai pagar, quem pagar, não enganar ninguém deixando de quitar as dívidas da Prefeitura diante dos precatórios, agi sempre para colocar o caixa da prefeitura em dia”, disse Celso Dias.
A maior arrecadação do município é do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), cujos depósitos ocorrem dias 10, 20 e 30 de cada mês, aos cofres do Município. No dia 10, o valor é em torno de R$ 1 milhão, 20% para Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Na segunda data em torno de R$ 200 mil e, no último dia, oscila em R$ 350 mil o repasse. O município ainda arrecada recursos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto sobre Serviços (ISS) e Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS), além do FPM.
Quando da entrevista com Celso Dias, em sua sala, na Prefeitura, o responsável pela Divisão de Fiscalização Tributária do Executivo, Carlos Alberto Mariano reconhece a importância do Secretário da Fazenda ao longo das administrações em que esteve presente. “Digo, sem sombra de dúvidas, que Celso é um dos melhores que já passaram por aqui”.
O prefeito eleito Professor Zezão disse que a escolha de Celso Dias para a Secretaria da Fazenda se deve a três características importantes e imprescindíveis para o perfil que o grupo precisava. “A decisão foi por um lema, o secretário tem que ter condições técnicas, éticas e disponibilidade e o Celso Dias tem as três características que procuramos”.
Com relação um dia ser candidato a prefeito, vice ou vereador, Celso disse que não tem pretensão política. “Só técnica”, garantiu e finalizou: “Estou otimista com a nova administração, esperamos que tenha êxito. Vejo que os nomes revelados dizem respeito a pessoas bem intencionadas e que demonstram interesse por tudo”.

Texto e fotos: Jornalista Fábio Galhardi/Especial para o npdiario

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.