Café tem novo circuito turístico

Com mais sete opções de visitas às propriedades administradas por mulheres cafeicultoras de três municípios

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) confirmou nesta terça-feira, 1º de junho, a criação de um novo circuito turístico no Norte Pioneiro com mais sete opções de visitas às propriedades administradas por mulheres cafeicultoras de três municípios da região. Inicialmente, o circuito tem a participação de empreendedoras rurais de Carlópolis e Pinhalão, com três roteiros cada um, e Tomazina, com um roteiro. Mas a proposta é ampliar os roteiros em outros municípios da região.

As três cidades vão começar a receber as visitas em junho e o agendamento já está disponível. “É um circuito preparado de forma exclusiva já que todos os sete roteiros são em fazendas administradas por mulheres. Entre os atrativos estão visitas a instalações de colheita e secagem, agroindústrias, laboratório e oficina de classificação e degustação de cafés. O passeio termina com um café da manhã ou da tarde”, disse Romanelli.

Caminho dos Cafés —
 O novo circuito foi criado em parceria entre o projeto Mulheres do Café do Norte Pioneiro do Paraná e o IDR (Instituto de Desenvolvimento Rural), vinculado à Emater. Uma das propostas inclui trajetos que podem ser feitos com caminhadas longas e cicloturismo. A programação conta ainda com almoço típico rural, hospedagem e vivência na propriedade, onde o turista poderá optar entre um roteiro de quatro horas ou até dois dias.

Romanelli acrescenta que, nos roteiros, os visitantes têm a oportunidade de conhecer um pouco do dia a dia da produção cafeeira, desde a colheita dos grãos até o produto chegar às mesas dos brasileiros. “Uma viagem pelos cafezais, onde o turista vai saber como é o modo de vida das mulheres cafeicultoras do Norte Pioneiro. Um roteiro que valoriza e enaltece a importância da participação da mulher no agronegócio paranaense”, enfatiza.

Mulheres do Café —
 Em 2013, o IDR-PR iniciou as tratativas para criação do projeto Mulheres do Café do Norte Pioneiro. As empreendedoras rurais receberam orientação técnica e extensão rural, com o objetivo de melhorar a produção, produtividade e qualidade do café do Norte Pioneiro.

Com as orientações das técnicas do IDR-PR, as mulheres passaram a organizar a comercialização da produção. Hoje, o projeto conta com a participação de 250 mulheres cafeicultoras, divididas em 12 grupos de 11 municípios: Carlópolis, Curiúva, Figueira, Ibaiti, Jaboti, Japira, Joaquim Távora, Pinhalão, Salto do Itararé, Siqueira Campos e Tomazina.

O trabalho também chamou a atenção de outras instituições como a Aliança Internacional das Mulheres do Café (IWCA) que designou o grupo paranaense como um subcapítulo da associação, em reconhecimento à particularidade da ação, já que as mulheres participam de todas as etapas de produção do café.

Para obter informações ou agendar visitas para conhecer os roteiros que integram o circuito turístico, os interessados podem entrar em contato com a Amucafé (Associação de Mulheres do Café do Norte Pioneiro): (43) 98809-3245, instagram @mulheresdocafenppr, facebook: mulheresdocafedonortepioneirodoparana ou e-mail mulheresdocafepr@gmail.com.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.