Semana da Arte e Cultura em Jacarezinho

Evento acontecerá dos dias 13 à 17 de setembro na forma online

Com o tema “Produção artística em tempos de pandemia”, a II Semana de Arte e Cultura de Jacarezinho acontecerá de 13 a 17 de setembro, de forma online, com transmissão gratuita e ao vivo pelo youtube, no canal “Comunicação Jacarezinho”. O evento terá certificação de participação, com inscrição no dia.

A primeira edição aconteceu em 2019, no Teatro CAT em Jacarezinho. A edição atual, na impossibilidade da realização presencial, adaptou-se ao universo online. O evento é mais uma realização do Núcleo de Arte e Cultura (NAC) do Instituto Federal do Paraná, campus Jacarezinho e tem como objetivo promover a formação, circulação e articulação da produção artístico-cultural da região e do pais com o Instituto.

Nesta edição haverá apresentações teatrais virtuais de Jacarezinho e de Curitiba, palestras e bate-papos sobre criação e representatividade negra, formação de palhaças, e a história do uso do som como comunicação e arte.

A programação contará com diversos profissionais das áreas de arte e cultura de Jacarezinho e região, além de convidados de São Paulo/SP, Curitiba/PR e Venâncio Aires/RS. Uma ótima oportunidade para conhecer, refletir sobre o fazer artístico e apreciar as linguagens da cena.

Com a participação de profissionais da instituição, artistas da cidade e de outras localidades, fomenta a criação de uma rede de parcerias e articulações para diversas ações. A Semana de Arte e Cultura é um exemplo de parceria da instituição com a classe artística, possibilitando assim um evento totalmente gratuito, diverso e essencial para a divulgação do trabalho de tantos profissionais. Por isso conta com o apoio do Teatro da Mafalda, Humatriz Teatro, CNX Produções, Rainha de 2 Cabeças e Cia Cultural Afro Cena.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

13 de setembro (segunda-feira)

20h – Solenidade de abertura

20h30 – Amores Surdos

Pré-estreia da montagem teatral virtual do curso Técnico em Arte Dramática (IFPR – Campus Jacarezinho).

Adaptação e encenação do texto original de Grace Passô – grupo espanca! (MG).

Atuação e produção: Ana Gabriela Gonçalves, Ana Paula Navas, Bela Gonzís, Helena de Mello, Iago Reis, Matheus Martinez

Orientação e produção: Adrio Schwingel, Antônio Rodrigues, José Quaresma, Larissa Júlio

Amores Surdos narra o cotidiano de uma família composta por mãe, pai e seus cinco filhos. Embora demonstrem afeto e carinho entre si, as relações do dia a dia são desencontradas. Isso denota uma lacuna no seio familiar, que só diante de uma ameaça maior poderá ser preenchida.

 

21h20 – Bate-papo com estudantes e professores 

14 de setembro (terça-feira)

20h – Eu na cena!

Bate-papo com o artista e produtor cultural Sérgio Rosa (Venâncio Aires-RS)

Apresentação e mediação: Adrio Schwingel (IFPR – Campus Jacarezinho)

Sérgio Rosa é ator de teatro há 26 anos, integrante da Cia Cultural Afro – Cena. Com dois livros lançados, poeta, produtor de conteúdos digitais afros de comunicação, além da produção de filmes e diversas peças de teatro. A partir de sua notória, e premiada, experiência na cultura e arte de protagonismo de pessoas negras, vem contribuir com a reflexão sobre representatividade em cena.

15 de setembro (quarta-feira)

20h – EncenaSom: do drama radiofônico ao podcast ficcional

Palestra com o pesquisador Dr. Lucas Martins Néia (USP)

Apresentação e mediação: José Quaresma (IFPR – Campus Jacarezinho)

Lucas Néia é roteirista, dramaturgo e diretor teatral. Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo, vem compartilhar um pouco da sua pesquisa. Propõe uma reflexão em torno da recente produção ficcional em podcasts à luz da historicidade do drama acústico: da radionovela, à peça radiofônica e a experiências artístico-sonoras efetuadas no decorrer do século XX, identificando transformações e continuidades da importância do meio acústico como uma forma de comunicação e arte.

16 de setembro (quinta-feira)

20h – Pandêmico Espetáculo.2021 (Classificação indicativa: 14 anos)

Espetáculo virtual de Cesar Almeida (Rainha de 2 cabeças | Curitiba-PR)

Após um ano de confinamento o artista consegue vencer suas barreiras criativas e começa a produzir com novas ferramentas, do século XXI. O que era presencial se tornou virtual. O calor das relações se esvaziou e o mundo nunca mais será o mesmo, tendo que o teatro precise ocupar seu lugar de reflexão em nossa sociedade. Teatro audiovisual?! Vídeo-teatro?! Um poema pandêmico de Cesar Almeida. Depois de 40 anos nos palcos curitibanos agora investe em seu canal do Youtube.

20h40 – Bate-papo com o artista

Apresentação e mediação: Everton Ribeiro (IFPR – Campus Campo Largo) e Renan Bonito (CNX Produções | Jacarezinho-PR)

 17 de setembro (sexta-feira)

20h – Escola de Palhaças no contexto da pandemia

Bate-papo com as artistas e pesquisadoras Andréa Macera (Teatro da Mafalda | São Paulo) e Adelvane Néia ( Humatriz Teatro | Jacarezinho-PR)

Pensando na crescente presença e atuação das mulheres na arte da Palhaçaria, a Escola de Palhaças, primeira iniciativa de formação deste tipo no Brasil, surge como um desdobramento da oficina ministrada por Andrea Macera, em 2013. Com o intuito de oferecer um espaço de formação e reflexão sobre a presença das mulheres como palhaças e a luta destas para se firmarem no meio artístico, tiveram que adaptar as formações presenciais para o universo online.

Apresentação e mediação: Larissa Júlio (IFPR – Campus Jacarezinho)

O evento será transmitido no Canal “Comunicação Jacarezinho”: https://www.youtube.com/channel/UCmjjCvwKLKVw5zj8zzNBifw/videos

E fique por dentro de toda a programação no evento do Facebook: https://www.facebook.com/events/430533068286546

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.