Celebrada missa à Nossa Senhora de Guadalupe

sm1 - Cópia sm2 - Cópia sm3 - Cópia sm4 sm5 - Cópia sm6 - Cópia sm8 - Cópia_x000D_
_x000D_
sm7_x000D_
_x000D_
 _x000D_
_x000D_
 _x000D_
_x000D_
sm9 - Cópia_x000D_
_x000D_
 _x000D_
_x000D_
sm10Fiéis católicos de vários pontos da cidade participaram da missa, sábado à noite,na capela Nossa Senhora de Guadalupe, no bairro Jardim do Sol, em Santo Antônio da Platina._x000D_
Celebrada pelo parde Héliton Ribeiro a missa teve como foco principal a Padroeira da América Latina e da da própria capela que leva seu nome.Sábado foi o dia internacional da Santa._x000D_
A imagem no local foi trazida por um devoto do México e, ao final, todos puderam tocá-la e pedir bênçãos._x000D_
Em dezemnro de 1531, um índio chamado Juan Diego, ia muito de madrugada do povo em que residia à cidade do México a assistir a suas aulas de catecismo e para ouvir a Missa. Ao chegar junto à colina chamada Tepeyac amanhecia e escutou uma voz que o chamava por seu nome. Ele subiu ao cume e viu uma mulher linda, cujo vestido era brilhante como o sol, a qual com palavras muito amáveis e atentas lhe disse: “Juanito: o menor de meus filhos, eu sou a sempre Virgem Maria, Mãe do verdadeiro Deus, por quem se vive. Desejo vivamente que me construa aqui um templo, para nele mostrar e prodigalizar todo meu amor, compaixão, auxílio e defesa a todos os moradores desta terra e a todos os que me invoquem e em Mim confiem. Vá ao Senhor Bispo e lhe diga que desejo um templo neste plano. Anda e ponha nisso todo seu esforço”._x000D_
Retornou a seu povo Juan Diego se encontrou de novo com a Virgem Maria e lhe explicou o ocorrido. A Virgem lhe pediu que ao dia seguinte fora novamente falar com o bispo e lhe repetisse a mensagem. Esta vez o bispo, logo depois de ouvir Juan Diego disse que devia ir e lhe dizer à Senhora que lhe desse alguma sinal que provasse que era a Mãe de Deus e que era sua vontade que lhe construíra um templo._x000D_
De volta, Juan Diego achou Maria e lhe narrou os fatos. A Virgem lhe mandou que voltasse para dia seguinte ao mesmo lugar, pois ali lhe daria o sinal. Ao dia seguinte Juan Diego não pôde voltar para colina, pois seu tio Juan Bernardino estava muito doente. A madrugada de 12 de dezembro Juan Diego partiu a toda pressa para conseguir um sacerdote a seu tio, pois se estava morrendo. Ao chegar ao lugar por onde devia encontrar-se com a Senhora preferiu tomar outro caminho para evitá-la. de repente Maria saiu a seu encontro e lhe perguntou aonde ia. O índio envergonhado lhe explicou o que ocorria. A Virgem disse a Juan Diego que não se preocupasse, que seu tio não morreria e que já estava são. Então o índio lhe pediu o sinal que devia levar a bispo. Maria lhe disse que subisse ao cume da colina onde achou rosas de Castela frescas e colocando-as no poncho, cortou quantas pôde e as levou a bispo._x000D_
Uma vez diante de Dom Zumárraga Juan Diego desdobrou sua manta, caíram ao chão as rosas e no poncho estava pintada com o que hoje se conhece como a imagem da Virgem de Guadalupe. Vendo isto, o bispo levou a imagem Santa à Igreja Maior e edificou uma ermida no lugar que tinha famoso o índio._x000D_
O papa Pio X a proclamou como “Padroeira de toda a América Latina”, Pio XI de todas as “Américas”, Pio XII a chamou “Imperatriz das Américas” e João XXIII “A Missionária Celeste do Novo Mundo” e “a Mãe das Américas”._x000D_
Os milagres obtidos pelos que rezam à Virgem de Guadalupe são extraordinários._x000D_
_x000D_
Leia também:_x000D_
_x000D_
http://www.agencia.ecclesia.pt/noticias/vaticano/america-latina-papa-celebra-missa-no-dia-de-nossa-senhora-de-guadalupe1/

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.