Escritor lança livro sobre “mulher santa”

Biografia romanceada relata vida de mulher morta estuprada

Antonio Stangreta Jacob é radialista, com programa tradicional na Difusora Platinense. E autor independente.

Seu mais recente lançamento trata da história de uma mulher tida como santa. A narrativa escrita de Aparecidinha Pimenta “tem noventa por cento de realidade”, afirma. Faleceu em 1928, vítima de estupro efetuada por um criado da família cujo pseudônimo era Baiano. Após a morte, que ocorreu sob uma palmeira, “a árvore começou a verter um líquido que foi usado para os seus primeiros milagres”.

Foi considerada “a padroeira estudantil pelos devotos que recebiam a Graça pelas notas boas na escola e nos vestibulares”. É também nome de bairro em Santo Antônio da Platina.

Seu túmulo, no cemitério São João Batista, até os dias de hoje é muito visitado por devotos e curiosos. Aparecidinha Pimenta foi irmã do policial Talibinha, falecido em 2014.

O livro está à venda na rádio ou através do Whatsapp do autor (43) 99915-8432.

Valor 65 reais, Editora Autografia , do Rio de Janeiro (Capital).

Fotos: Martinho de Paula

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

Motocicleta Honda é recuperada pela Rocam platinense
8 horas atrás

Em frente de um bar em Santo Antônio da Platina Durante patrulhamento, a ROCAM(Rondas Ostensivas

Missa de 7º dia de Marquinho Funileiro
10 horas atrás

Na igreja da Paróquia Santa Filomena Será celebrada neste domingo, dia 14, às 19h30m na

Sepultados corpos dos professores (vídeos)
11 horas atrás

Mortes de sete pessoas ligadas à educação do Norte Pioneiro é notícia de repercussão nacional

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.