Artistas platinenses selecionados para bolsas

Departamento de Cultura do Munícipio auxiliou nas inscrições e ofereceu suporte para os classificados

Programa da Secretaria Estadual de Comunicação e Cultura indicou Santo Antônio da Platina com 48 vagas, no final de 2021. Dessas, somente 22 foram homologadas, segundo a diretora municipal de Cultura, Aline Damásio. Nesta segunda edição, o município recebeu 15 vagas iniciais e teve 22 inscrições deferidas. Na primeira chamada, no dia 31 de janeiro, somente 15 inscrições foram homologadas, mas no dia seguinte, foram convocados os demais em segunda chamada, contemplando as 22 inscrições deferidas.

Os cursista participaram de uma live de apresentação do curso realizada pela UEPG(Universidade Estadual de Ponta Grossa), e já iniciaram as aulas.

A alta taxa de assentimento das inscrições aconteceu devido ao apoio prestado pela Prefeitura através do Departamento de Cultura (que funciona no imóvel da Casa da Cultura/fotos) que  realizou uma busca ativa dos munícipes aptos a concorrer à vaga e auxiliou os interessados na hora de realizar a inscrição no sistema, para evitar erros comuns.

Além disso, um grupo no WhatsApp foi criado pelo órgão para tirar dúvidas e acompanhar os cursistas no decorrer da iniciativa.

Em sua segunda edição, o programa Bolsa Qualificação Cultural é uma parceria entre a UEPG e Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura do Paraná (SECC-PR), custeada com recursos da Lei Federal Aldir Blanc nº 14.017/2020.

O objetivo geral do Programa Bolsa-Qualificação é a oferta de cursos de qualificação e concessão de bolsas para até 3738 (três mil, setecentos e trinta e oito) trabalhadores e trabalhadoras da Cultura, pessoas físicas, residentes no Estado do Paraná e que NÃO participaram da 1ª Edição.

Os objetivos específicos são: Incentivar a participação destes trabalhadores no processo de formação; Garantir conhecimentos mínimos necessários para participação em editais e ações desenvolvidas pela Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura -SECC; Qualificar os trabalhadores e trabalhadoras no segmento cultural em que atuam, deixando assim um legado de aperfeiçoamento do fazer Cultural e a possibilidade de geração de trabalho, emprego e renda.

No total, 7.160 trabalhadores e trabalhadoras da Cultura se inscreveram nesta segunda fase, que disponibilizou 3.738 vagas remanescentes da primeira edição.

A iniciativa, que utiliza recursos da Lei Aldir Blanc, oferece vagas em diferentes segmentos de arte e cultura em três módulos de aprendizado para pessoas físicas, residentes no Paraná. Ao final de cada módulo, o participante tem direito a receber R$ 1 mil, totalizando R$ 3 mil ao final do curso. O curso teve início no dia 01/02/2022 e terminará no dia 24/03/2022(Colaborou Henrique Silva/Vale News).

 

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

SAMU terá novas bases e dez novas ambulâncias no NP
3 horas atrás

Cisnorpi será o gestor a partir de fevereiro de 2023  O deputado federal Sandro Alex

No Norte Pioneiro Evento debate a expansão urbana
4 horas atrás

Será nesta sexta-feira no Legislativo de Santo Antônio da Platina Será promovida uma reunião administrativa

Preso ex-marido que fazia ameaças em Salto do Itararé
5 horas atrás

Elemento de 37 anos disse que iria matar ex-convivente Às 10h30m desta terça-feira, dia 28,

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.