Voluntário do NP embarca e lutará na Ucrânia

Estará na Polônia nesta quinta-feira e na sequência na área de conflito

Desde que o ditador russo Vladimir Putin invadiu a Ucrânia no dia 22 de fevereiro o mundo se incomoda. E teme até mesmo por uma terceira Guerra Mundial, o que, hoje, não parece tão longe como se imaginava no início do conflito internacional. Nesta terça-feira, dia 22, um paranaense de Santo Antônio embarcou à noite de ônibus para São Paulo. Objetivo: Participar na linha de combate dessa guerra que ele, convicto, compara “como a se um vizinho invadisse a sua casa”.

Da capital paulista embarcou às 15h30m nesta quarta num avião para Turquia e na sequência, Varsóvia, capital da Polônia, de onde espera entrar a pé em solo ucraniano até quinta-feira.

Tem tudo pronto, é voluntário para lutar contra os militares da antiga União Soviética. Focado, Saulo Tressoldi se cadastrou no site do governo ucraniano, fala pouco de inglês e o pior inimigo é a língua: Não fala absolutamente nada do idioma dos dois países que se digladiam numa guerra altamente brutal e sangrenta, onde civis e crianças morrem diariamente.

Saulo Tressoldi tem 35 anos, uma filha de seis anos chamada Ana Luíza, que reside no interior de São Paulo, e um filho de 13 cujo nome é Vítor Hugo e mora num município do interior do Paraná. Precavido, poupa detalhes. Ele e a atual namorada, Camila (também platinense), visitaram o Npdiario, a convite, para explicar essa situação quase louca de colocar a vida em risco real para defender a liberdade de um povo que desconhece, como um idealista combatente para evitar que o mal se espalhe. “Não que o nosso lado também não tenha seus defeitos”.

Em Santo Antônio da Platina, cidade do Norte Pioneiro de quase 50 mil habitantes, trabalhou em pizzaria e funerária. Sempre teve um comportamento comum, não bebe e jamais usou drogas. Até o modo como fala e se senta é de um militar forjado na disciplina.

Morou dois anos em Londres, no Reino Unido (tem passaporte italiano com dupla cidadania) trabalhou numa motocicleta entregando lanches, voltou ao Brasil em janeiro de 2022, deu “baixa na PM” e agora resolveu lutar, abandonando pelo menos durante um tempo familiares e amigos.

Sabe dos riscos, não se mostra valente e nem diz bravatas. Tem gente esperando por ele, sinaliza. Comerá o que for possível e dormirá em barracas de lonas. Não vai prestar serviços médicos e utilizará uma farda igual aos outros, sem insígnias, mas não é miliciano. É um homem lutando pela soberania de um povo. Não relata tudo que já tem como certo. Deverá ajudar na fuga de mulheres e crianças.

“Tenho medo como qualquer pessoa teria, pois ficarei hospedado em escombros”.

A Ucrânia (em ucraniano: Україна ) é uma nação da Europa Oriental, o segundo maior em área do continente depois da Rússia, com a qual faz fronteira. Abrange uma área de 603 628 km², com uma população de 43,6 milhões de pessoas, o oitavo país mais populoso da Europa. A capital e a maior cidade do país é Kiev, alvo principal da sanha expansionista.

Enviará notícias esparsas para a reportagem  do Npdiario por meio do WhatsApp, mas nada que evidencie muito sua posição geográfica e atividades, “a internet funciona bem mesmo naquela zona de guerra”, garante, pois tem “amigos” no local.

Pretende passar um tempo indeterminado, colaborar e depois voltar a morar em Londres.

Camila, que admite ter tentado persuadir sem sucesso o namorado a evitar essa aventura,  vai morar com ele na capital inglesa, “se Deus quiser”.

FOTOS: LAÍS RIBEIRO/ESPECIAL PARA O NPDIARIO

 

 

 

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

Feijoada beneficente de ONG/Jacarezinho
1 hora atrás

Será feita no próximo domingo (29) Neste domingo, dia 29, a ONG Núbia Rafaela Nogueira

Quinta da carne em todos Molini’s hoje
1 hora atrás

Confira todas as imperdíveis ofertas:

Veículo furtado foi achado em Carlópolis
1 hora atrás

Pela Rádio Patrulha de Carlopolis Ocorreu em Carlópolis recuperação de veículo furtado. Os fatos são

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.