Sebrae inicia “Conexão Liderança”

Pessoas mais protagonistas e proativas, que assumam para si a responsabilidade de criar um Paraná melhor. Com este propósito, a linha estratégica de Liderança do Sebrae/PR criou o programa Conexão Liderança, cujo foco é capacitar líderes públicos e privados para a construção de projetos que resultem em impactos positivos no ambiente de negócios da micro e pequena empresa no Estado.

Até o final do ano, líderes convidados pelo Sebrae/PR nas seis regionais de atuação da entidade participam, mensalmente, de cursos, palestras, orientações e encontros para a construção e implantação de projetos que visem a melhoria do ambiente de negócios. A criação de redes de contato produtivas e aquisição de conhecimentos sobre o exercício da liderança também estão na pauta do programa. Em Curitiba, a aula inaugural ocorreu na última terça-feira, dia 1º de março, com a presença de cerca de 40 lideranças da capital e Região Metropolitana.
“Foi muito produtivo, pois pactuamos com as lideranças essa ação que se propõe a transformar o ambiente de negócios das micro e pequenas empresas. Tivemos a presença de prefeitos, secretários municipais e presidentes de entidades que trabalham pelo desenvolvimento da região”, conta a consultora do Sebrae/PR Rosângela Angonese, gestora estadual da linha estratégica de Liderança.
A próxima turma terá início em Cascavel, no dia 8 de março. Em seguida, começa a de Francisco Beltrão, no dia 15. Em 16 de março, as lideranças da regional Centro se reúnem em Telêmaco Borba e as da Noroeste, no dia 17, em Paranavaí. A última turma tem início em Londrina, no dia 19 de abril. O programa é dividido em 12 encontros, que se estendem até meados de novembro. Em cada regional, é esperada a participação de cerca de 30 líderes públicos e privados.
“Temos trabalhado no sentido de capacitar líderes para uma atuação direcionada às melhorias do ambiente de negócios, focalizando quatro aspectos: inovação, acesso ao crédito, acesso a mercados e associativismo, de modo a tornar a vida dos pequenos negócios mais propícia ao crescimento. Percebemos que, muitas vezes, as pessoas reclamam do cenário, mas pouco refletem sobre sua participação efetiva”, explica Rosângela.
Na tentativa de mudar essa realidade, a metodologia do Conexão Liderança envolve 12 módulos que visam trazer conhecimentos e ferramentas para que as lideranças estejam mais preparadas, ainda mais neste momento de turbulência econômica do País. Entre os pontos trabalhados estão: importância da liderança na construção de projetos coletivos; apresentação dos cenários e da realidade, com foco especialmente regional; ferramentas de planejamento, comunicação estratégica; articulação de negociações institucionais e de alianças estratégicas; tomada de decisões; até maneiras de preparar reuniões e melhor apresentar ideias.
O programa se fundamenta em uma metodologia de 84 horas, divididas em quatro fases, que têm como objetivo levar à reflexão, compreensão e aplicação dos conhecimentos na realidade do participante. Na fase 1, ocorre o diagnóstico; na 2, o planejamento; na 3, a experimentação e, na última, a aplicação no território de cada liderança.
“O objetivo é prepará-los para promover mudanças. Projetos bem-sucedidos resultam da condução de lideranças competentes e comprometidas, então, o envolvimento delas é fundamental para que o Paraná avance”, ressalta a consultora. Ao final dos módulos regionais, será promovido um encontro estadual, com as cerca de 200 lideranças participantes. “Será uma oportunidade para a troca de experiências, ampliação da rede de contatos e inspiração”, acrescenta.
O gerente da Unidade de Ambiente de Negócios do Sebrae/PR, Cesar Reinaldo Rissete, reforça que as temáticas inovação, acesso ao crédito, acesso ao mercado e associativismo estão na agenda da melhoria do ambiente de negócios para a micro e pequena empresa. “Esse programa é estratégico para extrapolar os limites municipais e trabalhar conjuntos de municípios que tenham alguma relação de identidade entre si. O Conexão Liderança quer que esses líderes, que é quem de fato fará as mudanças, percebam a importância de se tratar a agenda dos pequenos negócios no território”, detalha Rissete.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.