Preso assassino do platinense de 15 anos

Polícia Civil já tinha identificado dupla que participou da ação; um diz que só tentou apartar.Eles se entregaram.

Na madrugada de domingo, dia 16, após uma discussão em frente da Lanchonete do Naldino (fotos), distrito do Monte Real em Santo Antônio da Platina, Lucas da Silva Garcia de Souza (foto), de 15 anos, e seus algozes, Arison Antunes de Souza de 19 anos, e um menor, discutiram e brigaram em razão de uma confusão anterior do homicida ter “ficado” com a namorada da vítima ano passado.
Foram sete facadas e o óbito no local.

Logo após o ocorrido, a equipe de investigação da Polícia Civil compareceu ao local do crime e começou a colher informações que deram suporte para instauração de inquérito policial visando a apuração da prática do homicídio.

Poucos momentos depois do fato ter ocorrido, a equipe já identificou a autoria do assassinato.

Depois de conversar com moradores da região, localizaram uma testemunha presencial que relatou o fato e declarou ter presenciado a briga, porém não soube precisar quem deu os golpes. Com base nesse depoimento o delegado, Rafael Pereira Gabardo Guimarães (foto abaixo)  fez pedido de prisão temporária de Arison Antunes da Silva e de internação provisória do menor, que também tem 15 anos.

Ambos não tinham antecedentes criminais.

Os autores do crime compareceram nesta terça-feira, dia 18, com o advogado, perante o delegado, e prestaram depoimento junto à equipe policial, sendo que Arison confessou a prática do crime alegando que vinha sendo ameaçado pela vítima em razão de ter “ficado” com a namorada dele sem saber dessa condição e que após isso, passou a ser intimidado por ele e por isso começou a andar com a arma branca.


Declarou também, que no dia do fato, o menino novamente o teria ameaçado, quando discutiram, a vítima o teria golpeado com um capacete de moto e ainda teria feito menção de sacar uma arma, momento em que deu uma facada e mesmo assim a vítima continuou a querer brigar e em razão disso teria desferido mais golpes.

Fugiram do local. A faca teria sido jogada num matagal e não foi recuperada. 
Já o adolescente que estava junto assinalou ter apenas feito intervenções no sentido de separar os oponentes.

Após as oitivas, o delegado de polícia deu cumprimento ao mandado de prisão temporária em desfavor de Arison Antunes da Silva e encaminhou o menor para audiência com o Ministério Público.Ele deverá ser apreendido até esta quarta-feira.

Você terminou a leitura, navegue pelas nossas notícias a seguir

Categorias e tags

Compartilhar essa notícia

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Share on whatsapp

Siga-nos

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.