Homicida afirma que matou e não se arrepende

Em depoimento prestado na manhã desta terça-feira, dia 29, Ederlei Pinheiro Marceino, 38 anos, confessou ao delegado titular da 38ª Delegacia Regional de Polícia. Tristão Antônio Borborema de Carvalho. que assassinou Vagner Carlos Ribeiro no último dia 23, no Sítio São Francisco. Marcelino confessou também que tentou matar o irmão da vítima Tiago Fernando Ribeiro que conseguiu fugir. Ambos foram atingidos com sequência de golpes de facão.
Ederlei detalhou que ambos, Tiago e Vagner, eram inquilinos de seu pai e chegaram no sítio para tirar satisfações porque tinham suposto que Gentil Marcelino danificou o imóvel locado para forçá-los a sair de lá. Revelou que assim agiu porque seu pai foi agredido fisicamente por Tiago momentos antes.
“Ele descreveu com frieza e de forma detalhada todos os golpes efetuados contra as duas vítimas e revelou algo mais surpreendente: que não está arrependido e faria tudo de novo”, informa o delegado.
Segundo a versão de Gentil, ele segurou Tiago antes dele ser atingido. “Por isso foi indiciado como partícipe”, salienta Tristão.
Na tarde de segunda, o empregado de Gentil, Cristiano da Silva, havia confessado o crime, mas segundo o delegado, ao ser questionado sobre detalhes, a farsa foi descoberta e por isso não foi preso
Ambos,pai e filho, seguem presos na Cadeia Pública anexa à 38ª Delegacia Regional de Polícia.

Leia também:

Atrasa aluguel e morre assassinado

fufuc

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.