Conta da campanha está ativa

 Da AFAD (“AMIGOS FAZENDO A DIFERENÇA”) 

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de  Nelson de Camargo (foto) confirmou, na tarde desta segunda-feira, dia 19,  que a campanha iniciada neste final de semana, em Santo Antônio da Platina, começa a dar resultados positivos.

“Hoje de manhã, estive pessoalmente no Sicredi e a conta aberta é independente e pertence à Acesap, estando à disposição de quaisquer interessados, temos transparência total. Inclusive, também já tem o Pix na conta”, disse.

A conta é a 27054-6 ( Sicredi ). Agência 0720 . Acesap.

A ideia é auxiliar já quem espera leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), ” a campanha é de toda a comunidade e foi inspirada em exemplos de Curitiba e do interior paulista; vamos arrecadar recursos para adquirir aparelhos e doar para serem destinados aos pacientes em estado grave”, detalha doutora Carla, pediatra carioca radicada na Cidade Joia.

Um dos objetivos é adquirir, entre outros, o capacete Elmo (fotos), que pode realmente evitar a evolução de pacientes com a  Covid-19 para quadros de maior gravidade.

“A situação é catastrófica, não há vagas na UTI do Regional, precisamos de mais equipamentos para o Hospital Nossa Senhora da Saúde (atende Santo Antônio da Platina e região), como capacete Elmo, aparelhos de gasometria, máscaras de oxigênio e outros, como forma de estabilizar pacientes. Juntos somos mais fortes”, disse o médico José Mário.

lmo é um capacete de respiração assistida, não-invasivo e mais seguro para profissionais da saúde e pacientes. Criado em abril de 2020 em uma força-tarefa que envolve uma parceria público-privada, o equipamento inovador surgiu como um novo passo para o tratamento de pacientes com insuficiência respiratória aguda hipoxêmica por Covid-19.

Envolve toda a cabeça do paciente. Ele é fixado no pescoço com uma base que veda a passagem do ar. Aplica-se um fluxo de gases medicinais com oxigênio (O2) e ar comprimido capaz de gerar uma pressão positiva (acima da pressão atmosférica). Essa pressão ajuda em situações em que o pulmão está com dificuldade de oxigenação. Com esse equipamento, pode-se prevenir o procedimento de intubação e todos os seus efeitos para o paciente.

Na busca por soluções a Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, em abril/2020 tinha como ponto de partida a produção de um respirador próprio. Foi sugerido então um capacete como já existia o uso em outros países. Os pesquisadores começaram a desenvolver o ELMO, que gera uma pressão positiva em relação a pressão atmosférica e isso ajuda os pacientes com dificuldade de oxigenação é um dispositivo de suporte ventilatório não invasivo. É indicado para pacientes com quadro clínico leve e moderado que precisam de internação e suporte de oxigênio.

Também auxilia casos que começam a evoluir para gravidade, de modo que pode evitar intubação em até 60% dos pacientes. Dr Marcelo Alcântara, superintendente da Escola de Saúde Pública do Ceará que esteve junto nesta parceria de desenvolver o Elmo, avaliou o uso e acompanhou a total recuperação dos pacientes testados com a COVID. Em outubro/2020 foi autorizado pela Anvisa.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.