Comerciante não morreu por facadas

Paciente esfaqueado estabilizado na enfermaria de hospital

O comerciante João Carlos Farinchum, 59 anos, que sofreu tentativa de homicídio em torno de 15h10m da quarta-feira, dia 21, em seu bar na rua Dom Pedro II, Vila São José, em Santo Antônio da Platina, está vivo. Ele permanece no ambulatório do Hospital Nossa da Saúde, sem risco de morte.

É que pessoas irresponsáveis colocaram o aviso “Luto” no imóvel (foto) numa brincadeira de extremo mau gosto, fazendo com que dezenas de amigos contatassem o npdiario para apurar a verdade.

O falso aviso já foi retirado da frente do bar.

O comerciante Nivaldo Donizete Basaglia, 64, anos (que reside junto com o amigo no fundo do estabelecimento comercial) teria havido uma indisposição entre a vítima e o criminoso no último domingo, dia 18, e, por isso, o desafeto – já identificado – tentou matar o comerciante com três golpes de facão(foto). Donizete defendeu o parceiro, conforme relatou à reportagem com uma cadeira e também machucou um dedo(foto).

Farinchun, mesmo atingido, conseguiu correr e se esconder na residência de um vizinho, sendo foi socorrido na sequência rapidamente pelo corpo de bombeiros. A Polícia Militar compareceu e buscou o autor dos ferimentos, em sua residência, mas ele fugiu num mototáxi, tendo deixado a arma branca ainda com manchas de sangue.

Não houve necessidade de cirurgia.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.