Wenceslau Braz, Salto, Santana e São José participam dos JEPs

Jogos vão até quarta-feira

O Centro Esportivo Otacílio abrigou, nesta sexta-feira, dia 31,  a cerimônia de abertura dos 66º Jogos Escolares do Paraná da regional de Arapoti.

Quarenta escolas competem na regional, destas, cinco participam apenas dos jogos para alunos com deficiência (ACD) e três têm jogadores competindo pelo ensino regular e pelo ACD. Os 1017 alunos-atletas representam sete cidades: Jaguariaíva, Salto do Itararé, Santana do Itararé, São José da Boa Vista, Sengés, Wenceslau Braz e o município sede.

Autoridades – Cassiano Tomaz Salvador (foto principal), assessor do Chefe da Casa Civil, Guto Silva, anunciou que será cedido um recurso pelo governo do estado para o município de Arapoti no valor de 100 mil reais para ser investido na área de esportes.

Foi dado destaque especial para os alunos com deficiência. O acendimento do fogo simbólico foi feito pelo atleta Bruno Menom da Silva, da Escola Rafael Ribeiro de Lara (APAE), que disputa o futsal na categoria ACD (alunos com deficiência). A escola também abriu a parte de espetáculos do evento, com uma coreografia sensível. Com um cadeirante no foco principal e momentos que demonstravam superação de dificuldades e conquistas, arrancou aplausos do público.

Em seguida, o ginásio foi tomado por pompons com toque de dourado e a alegria das meninas do Programa de Atendimento à Criança e Adolescente de Arapoti. Inspirada nas líderes de torcida no estilo americano, a coreografia fez a ligação entre arte e esporte.

O Grupo de Dança Expressão Corporal (GDEC), referência na região e premiado em competições de alto nível, foi quem fechou a noite com as apresentações Vamos Pular, do grupo mirim, Start, do grupo infantil e Rock Stars, do grupo juvenil. Com acrobacias, movimentos inesperados, um tanto de fofura, no caso das pequeninas, e ousadia, no caso dos mais velhos, empolgou os presentes.

Kaique de Camargo de Pontes, do Colégio Estadual João Paulo II, atleta do futsal da categoria de 15 a 17 anos, conduziu o juramento do atleta. Ele disse que ficou feliz de poder representar todos os alunos-atletas nesse momento e que o importante é “sempre jogar limpo, respeitando um ao outro, o esporte é para se divertir, não para criar rivalidade”. Após a cerimônia de abertura, foi realizada a disputa pelo 3º lugar e a final da Copa Hendrio Prestes. O nome é uma homenagem a um jovem jogador de futsal do município que realizava trabalho voluntário em escolas, falecido em um acidente de carro.

Deste sábado (1º) até quarta-feira (05), serão disputadas as modalidades de handebol, tênis de mesa, voleibol, xadrez, atletismo e futsal, sendo que estas últimas terão competições ACD, da qual participam 106 alunos. Há ainda dois times de basquetebol masculino, automaticamente classificados para a fase macrorregional por serem os únicos de cada categoria.

“A grande jogada que nós temos aqui é viver. Vamos aproveitar esse momento para fazer amizades, estabelecer companheirismo, porque é o que levaremos daqui. Somos todos vitoriosos”, declarou Joaquim Gabriel Faustinoni, chefe do Núcleo Regional de Educação.

Abrindo oficialmente a competição, a prefeita Nerilda Aparecida Penna disse que o município se orgulha de receber todos os vizinhos nesse momento importante e parabenizou os professores e todos os envolvidos que proporcionam a realização da competição e o cuidado com a saúde.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.