TCE Itinerante inicia no Norte Pioneiro

Roteiro começou em Wenceslau Braz e percorre 14 municípios da região até esta  sexta-feira

O Tribunal de Contas do Estado Paraná deu início nesta quarta-feira, dia 27,  ao Programa TCE Itinerante. O roteiro começou em Wenceslau Braz e percorre 14 municípios do Norte Pioneiro até a próxima sexta-feira (29). A iniciativa, que deverá percorrer todos os municípios do estado, visa orientar o cidadão como acessar o TCE-PR, como um fiscal da cidadania.

Neste roteiro, a equipe é comandada pelo conselheiro presidente, Fábio Camargo. O principal objetivo do Programa Tribunal Itinerante é aproximar a Casa dos cidadãos paranaenses, fortalecendo e profissionalizando a gestão pública e estimulando a população a acompanhar mais de perto como o dinheiro dos impostos é aplicado. As viagens, com destino a todas as regiões do estado, ocorrerão quinzenalmente.

InteriorizaçãoUma das principais iniciativas da atual gestão do presidente, esse programa de interiorização apresentará as atribuições, o trabalho e os serviços do Tribunal de Contas, especialmente aos paranaenses das cidades pequenas e médias, geográfica e culturalmente mais distantes do Centro Cívico, em Curitiba, onde são tomadas decisões que impactam diretamente suas vidas.

Utilizando veículo caracterizado com o logotipo do TCE-PR e um QR Code com informações, o programa apresenta a história do Tribunal – que em junho completou 74 anos -, sua função de fiscalizador das contas públicas, mas também de orientador dos gestores e servidores municipais. Outro objetivo do Tribunal Itinerante é estimular a população a utilizar as ferramentas oferecidas pelo órgão para exercer o controle social da administração pública.

Wenceslau Braz – Num momento histórico, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) realizou nesta quarta-feira (27 de outubro) sua primeira sessão do Pleno por videoconferência, a partir de um município do interior. Da Câmara Municipal de Wenceslau Braz, o presidente, conselheiro Fabio Camargo, conduziu a sessão ordinária nº 35/2021, com quase duas dezenas de processos em pauta e a participação de dois advogados em sustentação oral, num dos processos votados.

A sessão também marcou o início do Programa TCE Itinerante, que vai percorrer 14 municípios do Norte Pioneiro nesta primeira etapa. O presidente fez um convite, durante a sessão, para palestra que será realizada nesta quinta-feira (28), na Câmara Municipal de Tomazina, às 18 horas, com o tema “Comunicação, informação e participação”, a cargo do ouvidor do Tribunal, Patrick Machado.

AprovaçõesForam aprovados na mesma sessão do Pleno, o Plano Estratégico para o período 2022-2027, o Plano Anual de Fiscalização (PAF) de 2022 e a Política de Gestão de Pessoas do Tribunal de Contas do Paraná. O conselheiro Ivens Linhares destacou a modernidade do novo Plano Estratégico. Segundo ele, o documento “coloca o TCE na vanguarda do controle externo” e se transformará em modelo para os demais tribunais.

A sessão do Pleno também aprovou um acordo de cooperação técnica entre o TCE-PR, o Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TFR-4) e o Tribunal de Contas do Tocantins, visando consultoria para a implantação do Sistema Eletrônico de Informação no âmbito da Corte paranaense, agilizando ainda mais o trâmite de processos.

“Brilhante” – Durante a sessão a partir de Wenceslau Braz, vários conselheiros se manifestaram a respeito da inciativa. Nestor Baptista considerou a proposta de o TCE ir ao interior como brilhante: “É este o Tribunal que a sociedade precisa, que não só vai ao interior para estar próximo dos gestores públicos, mas de toda a população”. Já o conselheiro Artagão de Mattos Leão disse que interiorizar as ações “enobrece e engrandece o nosso Tribunal”.

Natural daquele município, o conselheiro Ivan Bonilha, vice-presidente do TCE-PR e presidente do Instituto Rui Barbosa (IRB), destacou que “não há como não dar vivas à sua iniciativa, já que manteve viva, mesmo com a pandemia, a sua convicção de chegar até as comunidades para auxiliar ou corrigir eventuais atos de nossos gestores”.

Bonilha congratulou-se com a população de Wenceslau Braz e lembrou que na Câmara de onde a sessão foi transmitida há um retrato de seu pai, Alirio Bonilha, que foi presidente da Constituinte Municipal, responsável pela elaboração da Lei Orgânica do Município.

O conselheiro Ivens Linhares destacou o programa TCE Itinerante como uma forma de uma ainda maior aproximação com a sociedade paranaense.

HomenagemO presidente Fábio Camargo também homenageou o vereador Luiz Alberto Antônio, conhecido como Betão do Esporte, que era presidente da Câmara Brazense e presidente eleito da Uvepar. Ele faleceu aos 53 anos de idade, em função da Covid-19.

Registrou ainda durante os trabalhos um agradecimento ao chefe da Casa Militar do Governo do Paraná, major Sérgio Vieira Benício, pela cessão de um veículo van para o Programa TCE Itinerante.

PresençasA sessão do TCE em Wenceslau Braz foi acompanhada pelo prefeito, Athayde Ferreira dos Santos Junior; pelos vereadores Josemar Furini (presidente), Mário da Silva, Fernando Maluf, Lázaro Conrado Ferreira, José Donizete da Costa, Jorge Sabater e Robson Vilela de Moura, além do procurador jurídico da Câmara, Renê Leal Bueno. No encerramento, Fabio Camargo agradeceu o apoio ao TCE-PR do prefeito e de todos os vereadores para que a sessão do Tribunal Pleno ocorresse naquele local.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.