MP de Cornélio melhora atendimento de vítimas infantis

Para o atendimento e preservação desse grupo o MPPR criou um protocolo

No Norte Pioneiro, na cidade de Cornélio Procópio, o Ministério Público do Paraná firmou uma portaria conjunta para estabelecer o fluxo de atendimento de crianças e adolescentes vítimas de violência.

O objetivo é otimizar e orientar todos os órgãos envolvidos nesse atendimento, desde a rede de proteção até os órgãos de persecução, de modo a, simultaneamente, preservar as vítimas e colher os elementos necessários para a elucidação dos casos.

Assinaram o documento a 1ª e a 2ª Promotorias de Justiça da comarca, as Varas Criminais e da Infância e Juventude e a Defensoria Pública de Cornélio Procópio.

A portaria especifica o passo a passo do atendimento, desde a identificação de um possível crime com violência no qual conste como vítima ou testemunha pessoa com menos de 18 anos de idade. O fluxo de atendimento foi elaborado com orientações que buscam ao mesmo tempo agilizar os procedimentos (como nos casos em que seja necessária perícia) e evitar a revitimização, a exposição e o constrangimento desnecessários da criança ou adolescente – com recomendações relacionadas, por exemplo, à oitiva desse público.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.