Mãe acusa platinense de abusar do filho de 14 anos

Ele nega e diz que jamais teve quaisquer intimidades com o garoto

Um caso registrado em junho deste ano e só agora revelado por fontes críveis indica que um religioso (na época da acusação)  teria abusado de um menino de 14 anos em Santo Antônio da Platina. O caso está sob  sigilo e não pode ter detalhes e nem identificações reveladas.

Um padre, que já abandonou a batina e que não pertencia à Diocese de Jacarezinho e sim da Congregação dos Missionários de Nossa Senhora da Salette do Brasil,  e sobre o qual jamais houve absolutamente nada que pudesse macular sua imagem, foi denunciado na Polícia Civil por supostamente ter levado o garoto e outras crianças para pizzarias e outros locais. O homem teria mantido relação sexual com o menino. A denúncia é da mãe.

Ela teria testemunhado que o filho teria contado inclusive que foi embriagado pelo então padre, entre outros crimes.

O acusado nega de forma veemente, diz que não há nenhuma prova, não foi chamado sequer para depor e que nunca teve quaisquer tipos de acusações nesse sentido, “um caso grave desse e não foram feitos exames…Tudo invenção e não tenho a menor ideia dos motivos que essa mulher fez isso”, assinalou ele, que continua sua vida normalmente.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.