Luísa sai do PTB e vai para PSD ou PP

Deputada federal entrou com uma ação no TSE pedindo desfiliação

A deputada federal Luísa Canziani (foto) entrou com uma ação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pedindo a desfiliação do PTB . Ela foi alvo de uma série de manifestações caluniosas e de difamação por parte do partido, alegando que a deputada teria gravado uma reunião no MEC(Ministério da Educação e Cultura).

Roberto Jefferson chegou a anunciar a expulsão de Canziani do partido, o que não se concretizou – há um processo administrativo nesse sentido. A deputada federal Margarete Coelho (PP-PI) assina a ação, junto com o advogado Luiz Fernando Pereira, de Curitiba. O relator da ação é o ministro Edson Fachin.

A parlamentar paranaense(mais jovem congressista do Brasil) tem recebido convites insistentes, especialmente do PP e do PSD. A deputada tem apreço pelo Presidente da Câmara, Arthur Lira, o que seria uma motivação para que ela ingresse no PP. O convite também já foi feito por Ricardo Barros e Ciro Nogueira.

No PSD, Gilberto Kassab e o governador Ratinho Jr. comandam o convite.
Luísa ainda não decidiu para onde migrará. Ela e seu pai, Alex Canzini , que é secretário de governo da prefeitura de Londrina e pretende ser candidato ao Senado, irão em combo para a mesma legenda. Alex já se desfilou do PTB.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.