Jovens viabilizam projeto de Inovação

Entre as 100 melhores ideias, jovens de Andirá recebem investimento de 40 mil reais

A HISTÓRIA

A Smart Sign Tech Tecnologia da Informação, surgiu no fim de  2019, permitindo a participação oficial na última etapa do programa Sinapse da Inovação, bem como a assinatura do contrato específico, isso após superadas as diversas etapas eliminatórias do programa de incubação de Startups, empresas com pouco tempo de vida baseadas em tecnologia e inovação.

Alguns estudantes universitários, Danilo Fernando de Oliveira e Cássia Nardoni Gonçalez, receberam a informação do edital e do programa nos ônibus que transportam os alunos para a Universidade, por meio de folders distribuídos pela Secretária de Desenvolvimento da Prefeitura Municipal de Andirá, à época, Sueli Nardoni, e na própria instituição de ensino por meio de informações de professores.

Então, reuniram outros colegas com potencial de agregar ao desenvolvimento do produto e expansão do negócio,   Luiz Fernando Ribeiro e João Antônio Scaleão Brito e juntos inscreveram algumas ideias, sendo que a selecionada foi “Smart Sign- sua assinatura inteligente”. A ideia propunha o desenvolvimento de um novo produto para permitir a democratização do acesso à tecnologia de assinaturas digitais.

Depois da superação de todas as etapas do projeto, que levou praticamente um ano de avaliação, com convencimento da banca a respeito do produto e do seu potencial enquanto negócio, em fevereiro de 2020 foi assinado o contrato de subvenção com a Fundação Araucária, tendo iniciado o processo de fazer da ideia um negócio viável.

Com o apoio da Fundação Araucária, CERTI, SEBRAE entre outros, houve capacitações e apoio que ajudaram a compreender o que é uma Startup, as etapas de desenvolvimento de negócio e produto. Com a pandemia muitas coisas restaram frustradas e o projeto atrasou, sobretudo com a saída do membro da equipe João Antônio Scaleão Brito.

Pensou-se em desistir, mas com a contratação dos excelentes desenvolvedores Igor Goulart de Oliveira e Vitor do Prado Ferreira que contribuíram demais no projeto até aqui e tendem a se associar à empresa, por acreditarem na ideia e em seu potencial de sucesso, o produto/serviço está em vias de ser comercializado, entrando no mercado de assinaturas eletrônicas como uma alternativa bastante competitiva e inovadora em diversos aspectos.

Recentemente os sócios Cássia, Danilo e Luiz Fernando participaram do programa Habitats de Inovação e estão auxiliando no processo de implementação de um ecossistema local de inovação para permitir o surgimento de novos negócios inovadores na cidade de Andirá. Também, após inscrição no programa Inovativa Brasil, a ideia do “assinauai”, nome dado à aplicação desenvolvida, da Smart Sign Tech, foi selecionada para aceleração pelo maior programa de aceleração de Startups da América Latina, a Inovativa, um hub de conexão, capacitação e aceleração de startups brasileiras, que conecta os empreendimento num ecossistema.

O produto/serviço está em fase de finalização e contatos estabelecidos com clientes demonstram a possibilidade de aceitação e uso da tecnologia para facilitar e agilizar os processos de assinatura eletrônica/digital que, em razão da pandemia se expandiram rapidamente, inovações legislativas como a Lei 14.063/2020, juntam-se às legislações anteriores e permitem o avanço do uso dessa ferramenta nos mais diversos processos.

Os jovens (fotos) que integram o projeto são: Luiz Fernando Ribeiro (34 anos); Igor Goulart de Oliveira (25 anos); Cassia Nardoní Gonçalez (31 anos); Vitor do Prado Ferreira (24 anos); Danilo Fernando de Oliveira (33 anos).

O PRODUTO E SEU CONTEXTO

Vale destacar que a assinatura eletrônica/digital já é uma realidade, entretanto ainda muito restrita, sendo que seu uso pode e deve ser ampliado. Cada vez mais pessoas procuram essa solução por agilidade e economia. Ainda há muitas dúvidas quanto à segurança e validade desses processos de assinatura eletrônica/digital.

As assinaturas eletrônicas em geral se utilizam de processos de validação, cuja segurança é questionável, como a validação por e-mail ou SMS. As assinaturas digitais via certificado digital da ICP Brasil tem um custo muitas vezes inacessível à maioria das pessoas, mesmo sendo a tecnologia do certificado digital a que apresenta mais segurança. Isso se constitui num óbice à democratização do uso dessa solução.

Uma vez que o documento assinado se constitui em via original nos termos da lei e caso perdido ou corrompido se perde a garantia dos efeitos a respeito daquele documento, se faz importante possuir uma organização e gestão segura e eficaz desses documentos.

Se o presente e o futuro são digitais, a assinatura e armazenamento de documentos também devem sê-lo. Como ampliar o acesso às assinaturas eletrônicas avançadas com grau de segurança elevado e gerir da melhor forma os documentos resultantes desse processo?

Tentamos apresentar uma solução a partir da ideia de que, comprovadamente, a maneira mais segura de assinar eletronicamente um documento é via certificado digital que garante a autenticidade e integridade do conteúdo, bem como a identidade e vinculação do signatário.

Atualmente, os certificados digitais da ICP Brasil possuem presunção de validade, diante do caráter público da chave pública e privado da chave privada gerada pelo usuário que é identificado presencialmente pelos denominados agentes registradores.

A validação presencial, ainda que distribuída possui inúmeras desvantagens e custos que impedem o acesso de mais pessoas a essa ferramenta. Há meios seguros de automatizar esse processo de validação da identidade e dispensar a validação presencial, inclusive já autorizados e utilizados em razão da pandemia.

A tecnologia das assinaturas eletrônicas e certificação digital podem ser aplicadas fora da ICP Brasil, com efeitos mais estritos e validade entre as partes, sendo que, contudo, produz irrefutáveis efeitos entre as partes, conforme autoriza e prevê a própria legislação, desde o § 2º, do art. 10 da Medida Provisória nº 2.200-2, do ano de 2001.

A gestão desses documentos e seu armazenamento ainda é incipiente, embora em vertiginoso crescimento, porque a maioria das certificadoras remete ao usuário a guarda e gestão dos documentos assinados a partir de seus certificados.

O diferencial da solução oferecida pela Smart Sign Tech por meio da “Assina Uai” é a utilização da tecnologia de certificados digitais para assinatura eletrônica de documentos com validade jurídica entre as partes concentrada num ambiente de armazenamento e gestão facilitada desses documentos.

Nesse sentido diferente das assinaturas eletrônicas comuns, gênero do qual a assinatura digital é uma espécie, porque se utiliza de certificados digitais, um método mais seguro. Em comparação aos certificados digitais da ICP Brasil, embora possua validade, em tese, mais restrita, via de regra entre as partes, possui um custo menor, a verificação automatizada e segura de identidade, oferece painel web e mobile que facilitam a gestão dos documentos. Pode ser utilizado em qualquer aparelho e em qualquer local, sem a necessidade de  tokens ou cartões, ainda é possível utilizar certificados de outras fontes no sistema, aproveitando os que já possui.

Embora aumente a cada dia o uso de assinaturas eletrônicas para automatização dos processos de contratos e outros documentos que necessitam de assinatura, este ainda é limitado e restrito, não atingindo a maior parte da população, principalmente pelos custos.

Escritórios de advocacia e contabilidade, imobiliárias, seguradoras, cooperativas, bem como empresas em geral, ainda mantém inúmeros processos de assinatura e armazenamento físico de documentos, seja pela falta de confiança nos processos existentes, seja pelo elevado custo das decisões disponíveis.

O mercado é amplo e diversificado com potencial de crescimento ainda inexplorado em sua totalidade.

Podemos tomar como exemplo escritórios de contabilidade que imprimem holerites, enviam aos clientes, coletam assinaturas e os arquivam em pastas físicas. Já existem soluções? Sim, mas financeiramente inacessíveis e incompletas.

Se eu subo os documentos no sistema e eles são destinados a cada signatário e retornam o status assinado, sendo arquivados em pastas específicas, não há o trabalho de, por exemplo, diante de uma reclamação trabalhista, proceder à separação e digitalização de todos os documentos para juntada no processo judicial.

Economiza-se papel e agilizam-se os processos.

O certificado digital oferecido no “Assinauai” é gratuito, bem como a assinatura de poucos documentos ao mês. A cobrança é realizada de acordo com o uso, ou seja, quanto mais documentos armazenados maior o custo.

Serão ofertados pacotes de assinatura ao cliente principal, geralmente pessoas jurídicas, que serão, por exemplo, a empresa que emite holerites, sendo que os empregados possuirão o sistema e o certificado sem custos para a assinatura dos documentos emitidos.

O usuário-assinante possui um painel amplo com uma organização facilitada dos documentos e é notificado do status dos processos de assinatura, podendo ter acesso e efetuar a pesquisa de documentos que se façam necessários.

Um plano básico seria o de R$ 49,90, com armazenamento de 50GB, capaz de atender pequenas empresas, seja para os fins de RH, seja para os fins de contratos comerciais com fornecedores e consumidores, tudo com a segurança da assinatura eletrônica avançada via certificado digital e armazenamento de documentos online.

O painel WEB está finalizado, assim como o APP já está disponível na PlayStore. A partir das empresas iniciais será estabelecido um volume de usuários considerável que pode usar a solução em demandas do dia a dia.

O processo pode vir a ser aceito e adotado inclusive por órgãos públicos, comércios etc. diante do fato das pessoas possuírem essa possibilidade de assinatura.

Um exemplo: o funcionário Z, da empresa industrial  X, possui assinatura eletrônica avançada em nosso sistema, porque assina seus holerites,  assim como o lojista Y, também possui, porque o utiliza para documentação interna com seus próprios funcionários. Feita a compra de Z em Y, a promissória pode ser assinada e armazenada online, com plena validade jurídica.

Podemos e queremos democratizar o acesso à assinatura digital e facilitar a vida das pessoas, agilizar seus negócios e reduzir custo. Afinal, a partir de agora: é só assinar uai.

Texto da Smart Sign Tech Tecnologia da Informação

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.