Governador entrega chaves da casa própria para famílias de Ibaiti

Residencial Mãe Rainha teve R$ 5,2 milhões de investimentos

Mais 127 famílias de Ibaiti receberam suas novas casas. As chaves foram entregues pelo governador Beto Richa nesta quinta-feira (11). A partir de agora, elas moram no Residencial Mãe Rainha, empreendimento que recebeu R$ 5,2 milhões de investimentos do Governo do Estado, Governo Federal e prefeitura aplicados por meio do programa Minha Casa Minha Vida.

Richa afirmou, durante a solenidade de entrega, que o Paraná passa pela maior revolução habitacional de sua história. “Em seis anos de governo, estamos chegando ao número de 100 mil famílias atendidas e 70 mil casas entregues”, destacou. “O governo anterior, só para efeito de comparação, entregou apenas 18 mil casas”, acrescentou o governador.

Ele também disse que Estado só consegue investir em habitação e em outras áreas por causa do equilíbrio das contas públicas. “Na contramão dos demais estados, que estão passando por dificuldades financeiras, nós nos preparamos para enfrentar a crise. Para este ano estamos prevendo um investimento recorde de R$ 8 bilhões, que vai nos permitir fazer muito mais pelo Estado”, afirmou.

PARCERIA – Para o prefeito de Ibaiti, Antonely de Cássio Alves de Carvalho, as casas trazem comodidade e segurança para os moradores. “Eles estão realizando o sonho de ter a casa própria e isso ocorre graças à parceria que o município tem com o governo estadual”, disse.

O Governo do Estado fez outros repasses para o município. “No início do ano, por exemplo, pegamos empréstimo de R$ 2,5 milhões, para pagar a longo prazo e dentro da nossa capacidade de investimento, dinheiro que vai nos ajudar na pavimentação de dois bairros grandes da região”, disse o prefeito. “Já na área da saúde, a gente pleiteou junto ao Estado recursos para a reforma do hospital municipal, no valor de R$ 1 milhão, que já foram aprovados”, salientou Carvalho.

FIM DO ALUGUEL – O mecânico Fagner da Silva Pereira, 29 anos, foi um dos que receberam a casa própria. Ele, que vai morar na nova residência junto com sua família, economizará bastante. “Estou muito feliz porque antes a gente tinha que pagar aluguel e não sobrava nenhum dinheiro”, disse. “Agora, com a casa própria, vai sobrar uma graninha, já que as prestações são baixas”, contou.

CASAS – Os imóveis são financiados pela Caixa Econômica Federal com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e destinam-se a famílias com renda mensal de até R$ 2.800 mensais. As casas variam entre 36 e 49 metros quadrados, com parcelas que vão de R$ 188 até R$ 392 ao mês.

Para viabilizar as obras, o trabalho do governo estadual envolveu a assessoria técnica da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar). A Copel e a Sanepar também participaram por meio de parceria para a instalação do padrão de energia e do sistema de abastecimento água e esgoto das casas.

De acordo com o presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Abelardo Lupion, o Governo do Estado tem um feito um trabalho agressivo para suprir o déficit de moradias dos municípios. “Estamos fazendo um trabalho junto com parceiros, prefeitos, construtoras, para que possamos viabilizar moradias em todos os municípios do Estado”, disse. “Ibaiti ainda demanda 600 casas e nós vamos atender isso. Já estamos no processo de construção de 134 novas casas aqui ao lado”, disse.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade de entrega das casas a secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; o deputado estadual Pedro Lupion, o ex-prefeito Luis Carlos dos Santos Peté, entre outros.

PROJETO SOCIAL – Por iniciativa da Cohapar, organizações não governamentais são estimuladas a estabelecer vínculos com as comunidades formadas nos novos conjuntos habitacionais em todo o Paraná. No caso do Residencial Mãe Rainha, o Rotary Club de Ibaiti será responsável pelo desenvolvimento de atividades de cunho social para os novos moradores.

HISTÓRICO – Desde 2011, a política habitacional do Governo do Paraná beneficiou cerca de 105 mil famílias, entre construção de casas nas cidades e no campo e a regularização de imóveis sem documentação.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.