Garota de Jaboti é campeã de Concurso Literário

Ela tem dez anos

Competição, idealizada pela escritora Adélia Maria Woellner, estimula crianças paranaenses de escolas públicas a escreverem histórias; vencedoras terão seus textos publicados em encarte junto com a obra da poetisa e prosadora paranaense.

O Concurso Literário “Recontar a História Cria Novas Aventuras” teve duas vencedoras empatadas em primeiro lugar. Amanda Vitória Melo de Castro (foto), de 10 anos, de Jaboti, e Gabriele Machado da Cruz, de 8 anos, de Quitandinha, Região Metropolitana de Curitiba, encantaram a banca de jurados.

Elisa Eloah Kais Wojakievicz, de Quitandinha, e Graziane Fernanda da Silva Camargo, de Jaboti, também serão homenageadas com a honraria pela qualidade dos trabalhos.

Participaram do certame 40 crianças da rede pública de ensino, de 9 a 14 anos, de quatro cidades do Paraná – Quitandinha, Mallet, Piên e Jaboti. A seleção prévia foi feita nas quatro cidades. A escolha final foi decidida por Adélia Maria Woellner (fotos), idealizadora da iniciativa, Etel Frota e Nílson Monteiro, membros da Academia Paranaense de Letras, além de Lilia Souza, presidente da Academia Paranaense da Poesia.

Segundo Adélia, os textos trouxeram surpresas agradáveis. “Confesso que fui surpreendida com tanta criatividade flutuando no mundo dessas crianças quando realizei a oficina, estimulando exatamente o uso ilimitado da imaginação. A comissão julgadora teve muito trabalho para alcançar o resultado. Nós tivemos que fazer releituras e foi um vai e vem de argumentos para chegar a um veredito final. Gostaríamos de premiar muitos alunos, mas tivemos que tomar uma decisão. Acreditamos que os municípios poderão aproveitar a qualidade dos textos e realizar atividades escolares com esse material para que os alunos que participaram do concurso possam divulgar o seu trabalho. Certamente, receberão muitos aplausos. Agradeço de coração, às crianças de todos os municípios que participaram”, diz.

O Concurso Literário “Recontar a História Cria Novas Aventuras” foi o pano de fundo para incentivar os pequenos a se interessarem pela arte literária. No mês de junho, Adélia esteve presente nas quatro cidades onde ministrou 16 edições da oficina “Meu Jeito de Escrever”. A intenção foi mostrar na prática para os estudantes as técnicas utilizadas por ela no processo de criação literária. As duas ações fazem parte do Projeto RECONTAR, viabilizado por meio de fomento da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná, através do PROFICE (Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura), com o patrocínio da COPEL (Companhia Paranaense de Energia).

No dia 14 de outubro, as ganhadoras do Concurso receberão seus prêmios: suas histórias encartadas junto com a obra “A Montanha dos Encantos”, escrita por Adélia. Serão 3.000 exemplares do livro e do encarte distribuídos gratuitamente, de forma estratégica e direcionada. O lançamento da obra acontece às 15h00 na Biblioteca Pública do Paraná (Rua Candido Lopes, 133, Centro), e terá a presença das escritoras mirins.

Nesta quarta-feira, dia 11, os membros da Academia Paranaense de Letras irão conhecer o Projeto RECONTAR. A escritora Adélia Maria Woellner apresenta todas as etapas do projeto em encontro marcado para as 9 horas.

Apoio Para a realização do Projeto RECONTAR, a escritora Adélia Maria Woellner conta com o suporte dos seguintes profissionais: Heliana Grudzien (ilustradora), Neumar Carta Winter (revisão) e Dnize Castro (coordenação e produção).

FICHA TÉCNICA:

LIVRO: “A Montanha dos Encantos”

AUTORA: Adélia Maria Woellner

ILUSTRAÇÕES: Heliana Grudzien

REVISÃO: Neumar Carta Winter

COORDENAÇÃO, PRODUÇÃO E ELABORAÇÃO: Dnize Castro

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Jaqueline Gluck e Giovana Chiquim

Sobre a autora:

A poetisa e prosadora Adélia Maria Woellner é nascida em Curitiba, no Paraná. Formada em Direito pela UFPR, pertence às seguintes instituições: Academia Paranaense de Letras (Cadeira nº 15), Academia Feminina de Letras do Paraná (Cadeira nº 18), Centro de Letras do Paraná, Academia de Letras José de Alencar (Cadeira nº 8), Centro Paranaense Feminino de Cultura, Academia Paranaense da Poesia (Cadeira nº 26), Academia de Letras e Artes de Pato Branco-PR (Cadeira nº 27), União Brasileira de Trovadores – Seção de Curitiba e Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil.

Obras: Balada do Amor que se Foi, Nhanduti, Poesia Trilógica, Encontro Maior, Avesso Meu…, Poemas Soltos, Infinito em Mim (traduzido para vários idiomas), Poemas para Orar e Meditar, A Literatura e a História do Paraná, Graciette Salmon – A Ciranda da Estrela Sozinha , Sempre Poesia, CD com 52 Poemas 1999 , Poemas para Amar, Para onde vão as Andorinhas…, Férias no Sítio. Poesias, Luzes no Espelho.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.