Veja detalhes do roubo ao ex-prefeito de Japira dr. Roni

Trabalhou como delegado da Polícia Civil em Santo Antônio da Platina e na fronteira com Argentina/Paraguai 

No início da manhã desta quarta-feira, dia seis, dois homens armados de pistola e com máscaras na cara, invadiram a casa do ex-prefeito, Wilson Ronaldo Roni de Oliveira(foto) em Japira, agrediram sua empregada, ele e, exigindo dinheiro, quando constataram que não tinha subtraíram dois aparelhos de televisão, duas armas de fogo e os dois veículos.

Estavam em quatro bandidos (em dois carros) fugiram levando pertences, mas antes amordaçaram e bateram com violência exagerada nos dois. Ambos não correm risco de morrer.

A Montana Chevrolet que uma das duplas fugiu foi acidentada perto da fazenda Marimbondo em Conselheiro Mairinck (foto de capa) foi guinchada e conduzida à delegacia de Ibaiti. 

A Polícia caça os marginais.

 

O Toyota/Corolla Crox (foto),  veiculo furtado na cidade de Japira e usado na fuga, foi recuperado pela PM em Santo Antônio da Platina na estrada de acesso a cidade de Jundiaí do Sul, bairro Bocaina. Estava sem as chaves. Próximo, havia mais dois televisores de 65” e 52”(foto abaixo).

O ex-prefeito, sempre bem-humorado, colecionou amigos, mas também algumas inimizades ao longo de sua vida. Tem sete filhos com três ex-mulheres e a atual esposa, Fabiana, e nove netos.

Em maio de 2016, a 2º Câmara do Tribunal de Justiça do Paraná, por unanimidade de seus integrantes, julgou procedente denúncia crime contra o então já prefeito cassado de Japira e pediu sua prisão em regime fechado por 19 anos e oito meses, além de multa.
Roni, que foi prefeito em quatro mandatos, também foi presidente da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro

Foi preso em 2016 pela Polícia Civil através da Divisão de Investigação Criminal (DIC), no hall do apartamento onde se escondia em Balneário Camboriú(SC), de frente para o mar. Ele, que agora em 2022 tem 70 anos, tinha  familiares no interior catarinense, na ocasião era considerado um foragido da Justiça e estava com arma e munições.

Não reagiu e foi encaminhado para o COPE(Centro de Operações Especiais) em Curitiba, onde permaneceu em cela sozinho e recebeu cuidados, pois tem curso superior e saúde fragilizada com sérios problemas nos rins e diabetes, entre outros. Usou tornozeleira.

Hoje, está sem problema e vive de forma pacata e honesta.

O Npdiario não conseguiu contato com o advogado do ex-delegado.

 

 

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Categorias e tags
Escrever um comentário

Últimas notícias

JEPs: Novas etapas em Wenceslau Braz e Pinhal começam hoje
5 horas atrás

Competições reúnem 17.751 inscritos, entre alunos e professores, de 183 municípios paranaenses Começa nesta quinta-feira

PRE e SEST/SENAT fazem Bliz Educativa
6 horas atrás

Ação da PRE e do SEST/SENAT Nesta quarta-feira, dia 25, a Unidade Operacional da PRE

Liminar reaviva a polêmica sobre o presídio em Pinhal
7 horas atrás

Decisão provisória do TJ suspendeu possível obra A polêmica prossegue. Agora, o Tribunal de Justiça

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.