Escolas visitam viveiro florestal do IAP em Jacarezinho

Domingo será Dia Mundial do Meio Ambiente

Durante o mês de junho, o viveiro florestal do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) de Jacarezinho receberá a visita de escolas municipais. A atividade tem o objetivo de celebrar o mês e o Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho). As visitas iniciaram no dia 31 de maio com o Colégio Jean Piaget(fotos), e se estendem durante todo o mês de junho.

Conhecer a unidade de conservação e mostrar para as crianças onde e como são feitas as mudas ajudam a entenderem o quanto é importante a preservação do meio ambiente”

O objetivo da visita é promover o conhecimento sobre a diversidade vegetal encontrada na região, as funções das estufas, interferência da vegetação no clima, o processo de desenvolvimento das plantas, a forma como se dá o plantio e o conhecimento de espécies nativas.

Para chefe do Escritório Regional, Rosa Maria Gonzaga Baccon, o conhecimento do viveiro florestal é importante para as crianças. “Conhecer a unidade de conservação e mostrar para as crianças onde e como são feitas as mudas ajuda elas a entenderem o quanto é importante a preservação do meio ambiente”.

Todas as escolas começam a visitação com o conhecimento da estufa com aula explicativa. Ao longo do passeio, os alunos passam entre as mudas, conhecendo sobre as diferenças de tamanho e de desenvolvimento.

A visitação é guiada pelos funcionários do IAP, professores e funcionários das escolas. “É através de parcerias como essa que garantimos a preservação e conservação do meio ambiente, educando e repassando informação. Afinal, só se preserva aquilo que se conhece”, afirmou o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto.

O viveiro florestal do IAP fica no Refugio de Vidas Silvestres, no Bairro Água Feia.

O Paraná é referência nacional em políticas públicas para incentivar a recomposição de florestas. O Estado foi o primeiro do Brasil a produzir mudas de espécies florestais nativas para entregar gratuitamente a pessoas que desejam recompor o meio ambiente. O trabalho de produção de mudas é feito no Paraná desde a década de 1970, pelos extintos Fundação Instituto de Terras e Cartografia (ITC) e Instituto de Terras, Cartografia e Florestas (ITCF), anteriores a criação do IAP.

A distribuição das mudas visa atender principalmente pequenos produtores que buscam restaurar ou recuperar matas ciliares, reservas legais, adensamentos florestais, áreas degradadas e outros. Só em 2016, esse trabalho garantiu o atendimento do Instituto a 1,3 mil pessoas que plantaram 1,1 milhão de mudas para recompor áreas degradadas ou para o repovoamento.

Saiba como adquirir mudas nativas

Quem estiver interessado em receber mudas nativas deve entrar diretamente no site www.sga.pr.gov.br e fazer o cadastramento.

Após preencher e enviar os dados, os requerimentos passam pela análise do IAP e, uma vez aprovado o pedido, o requerente recebe um e-mail informando o viveiro que irá atendê-lo.O solicitante deve imprimir duas guias do requerimento e levar até o viveiro para retirar as mudas e, claro, plantar.

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

Policiais concluem fase de adaptação
2 horas atrás

Formação de praças da corporação avançou Os alunos do Curso de Formação de Praças (CFP),

Terça e Quarta Verdes na rede Molini’s
2 horas atrás

Confira todas as ofertas desta promoção  

Foragida pelo crime de roubo em Santo Antônio da Platina
4 horas atrás

O comparsa já está preso e confessou crime A Delegacia de Polícia Civil Santo Antônio

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.