Evandro Junior e Pedro Lupion querem menos impostos para fábricas de bebidas do Paraná  

Os deputados Evandro Jr e Pedro Lupion acompanharam, na noite desta quarta-feira,dia dez, empresários do setor de refrigerantes e bebidas em reunião com o governo do Estado para reivindicar a redução de ICMS(foto).

Saímos daqui com a certeza de que há um caminho claro para se corrigir essa injustiça com a indústria do Paraná, premiada pela sua qualidade no Brasil e no exterior, seus empresários e trabalhadores

Desde o fim do ano passado, a Secretaria da Fazenda do Paraná aumentou o ICMS(Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) dos refrigerantes de 12% para 18%. E, para as micro cervejarias, por exemplo, o ICMS foi de 12% para 29%, explicam empresários do setor.

            “Para efeito de entendimento, o incentivo retirado pelo governo do Estado das pequenas fabricantes de bebidas representa uma arrecadação a mais, no total, de cerca de R$ 15 milhões por ano, enquanto o incentivo dado às multinacionais do setor ultrapassa mais de 200 milhões no mesmo período, situação que não nos parece justa”, relata Fernando Rodrigues de Bairros, presidente da Afrebras, a associação que reúne os fabricantes de refrigerantes do Brasil, com sede em Curitiba.

“Saímos daqui com a certeza de que há um caminho claro para se corrigir essa injustiça com a indústria do Paraná, premiada pela sua qualidade no Brasil e no exterior, seus empresários e trabalhadores.

            Os empresários, que representam cerca de 70 fabricantes e milhares de empregos, foram recebidos pelo secretário-chefe da Casa Civil do Paraná, deputado federal Valdir Rossoni. Na reunião, o secretário, de acordo com a sua assessoria, informou que a orientação do governador Beto Richa é no sentido de que se encontre uma solução.

Ficou combinado, ao final do encontro, que a Casa Civil marcará uma reunião com a equipe da Secretaria da Fazenda do Paraná para que a solução avance.

“Saímos daqui com a certeza de que há um caminho claro para se corrigir essa injustiça com a indústria do Paraná, premiada pela sua qualidade no Brasil e no exterior, seus empresários e trabalhadores. O que nós queremos é a isonomia tributária, que vai beneficiar também o consumidor desses produtos”, disse o deputado Evandro Junior que, ao lado do deputado Pedro Lupion, lidera esse movimento a favor dos empreendedores paranaenses.

“É um absurdo uma multinacional receber incentivos do governo, enquanto as empresas paranaenses estão sendo prejudicadas”, disse o deputado Lupion, também ao deixar a reunião. “Queremos ver essa situação corrigida”, complementou.

Participaram, ainda, além de assessores da Casa Civil, os presidentes do Sindicato de Bebidas do Paraná, Luiz Roberto dos Santos, e da Associação de Micro Cervejarias do Paraná, Luciano Wengrzinski.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.