Bandido do PCC é assassinado em Cambará

Na madrugada deste domingo,dia sete, por volta da uma hora, foi morto a tiros nas imediações da rodoviária velha de Cambará e próximo à Loja do Baiano, na rua Genaro Resende, Luis Antonio Marques(foto).Vulgo “Africano”,tinha 27 anos.
O indivíduo levou diversos tiros de arma de fogo, no peito, costas e braços, não resistiu e veio a óbito.
O marginal tinha diversas passagens pela Polícia por furto e roubo, já havia ficado preso no Estado de São Paulo, e, no ano de 2014 foi preso em Cambará por ser foragido do sistema prisional do Paraná.
Era do baixo escalão do PCC(Primeiro Comando da Capital) mas de alta periculosidade. Quando ficou preso na cadeia local de Cambará promoveu rebelião e foi transferido para a Penitenciária Estadual de Londrina.
Segundo informações do Investigador de Polícia Civil, Boaventura Neto,o bandido possuía contra si mandado de prisão em aberto pela 8ª Vara Criminal de Curitiba, pelo crime de Organização Criminosa, desde a data de 17 de dezembro de 2015.
“Africano” foi alvo da Operação Policial “Alexandria” (a maior Operação policial já realizada), promovida pela Secretaria de Segurança e que cumpriu centenas de mandados de prisão contra membros de uma facção que age dentro e fora dos presídios do Brasil. Todavia na ocasião, Luis não havia ainda sido localizado até ser morto. Em Cambará a Operação “Alexandria” cumpriu um mandado de prisão contra um homem integrante da Facção criminosa.
“Agora iremos focar nos poucos indícios de provas que o homicídio nos deixou e tentar o quanto antes identificar o(s) auto(res)”,salientou o Investigador.
Denúncias poderão ser feitas pelo telefone 043-3532-3400.Não é necessário se identificar.

africano1

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.