Paraná dará suporte para realização do censo em 2022

“O Censo é uma fotografia do País e um instrumento fundamental para a condução das políticas públicas”, disse Romanelli

A Assembleia Legislativa aprovou nesta segunda-feira, 8, requerimento do deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) para a tramitação em regime de urgência do projeto de lei 605/21, do governador Ratinho Junior, que prevê a cessão gratuita de imóveis do Estado para dar suporte à realização do Censo 2022 pelo Instituto IBGE (Brasileiro de Geografia e Estatística).

“É fundamental este apoio do Estado na realização do Censo. Já estamos atrasados neste levantamento tão importante para mapear as condições socioeconômicas do Brasil”, afirmou Romanelli. “O Censo é uma fotografia do País e um instrumento fundamental para a condução das políticas públicas. Sem ele, ficamos no escuro”, observa.

O IBGE iniciou na semana passada o primeiro teste nacional do Censo 2022. Foram escolhidos municípios, bairros, distritos ou comunidades nas 26 estados mais o Distrito Federal que serão percorridos por cerca de 250 recenseadores. No Paraná, a operação acontece em Jardim Olinda, a menor cidade do Estado. O objetivo é testar todas as etapas do processo de coleta de dados.

O censo demográfico deveria ser realizado neste ano de 2021, mas foi cancelado por decisão do governo federal, que sustentou a falta de recursos orçamentários. O Supremo Tribunal Federal (STF) reverteu a medida e tornou obrigatória a realização do levantamento.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.