Prorrogado decreto platinense com restrições por mais dez dias

Determinações preveem multas altas e continua o toque de recolher 

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou decreto que prorroga por mais dez dias as medidas restritivas e de distanciamento social para evitar a propagação do novo coronavírus e conter o aumento das infecções no Paraná. O  prefeito Professor Zezão, de Santo Antônio da Platina, informou que seguirá a determinação e o texto do seu decreto 464/20 é o mesmo da normativa que terminaria nesta sexta-feira (18). Assim, a nova peça jurídica começa a valer e se estenderá até 28 de dezembro, podendo ser prorrogado ou não.

O documento platinense, assim como o do governo estadual, estabelece, entre outras regras, a proibição de confraternizações e eventos presenciais que causem aglomerações com grupos de mais de 10 pessoas, excluídas da contagem crianças de até 14 anos. A exceção são ações sem contato físico, incluindo o modelo drive in. Ou seja, reforça o pedido para que as pessoas passem as celebrações de Natal dentro de seus núcleos familiares, evitando aglomerações.

O toque de recolher permanece sendo das 22 horas até cinco horas da manhã.

Apenas serviços considerados essenciais, como saúde, segurança pública, limpeza pública, produção, distribuição e comercialização de alimentos, ficam liberados da restrição de circulação. As medidas restritivas foram elaboradas pelo comitê de combate a Covid-19.

Para lembrar o regramento, o decreto é republicado abaixo:

 

 

 

 

Santo Antônio da Platina registrou por meio do boletim desta quinta-feira, dia 17, mais 11 casos da Covid-19 chegando agora a 801 positivados , dos quais 728 já recuperados.

São 50 doentes em domicílio e seis hospitalizados e ainda 105 em investigação.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.