Número de atendimentos a empreendedores cresce 88% no NP

Através do Escritório do Sebrae, Ponto de Atendimento e 13 Salas do Empreendedor, 8.945 negócios receberam orientação e capacitação especializadas

Notícia inspiradora: A transformação digital e finanças foram os temas mais procurados pelas pequenas empresas que buscaram o Escritório do Sebrae/PR, Ponto de Atendimento (PA) e as 13 Salas do Empreendedor do Norte Pioneiro ao longo de 2020.

No período, o número de atendimentos aos pequenos negócios da região mais que dobrou em relação ao ano anterior. Enquanto em 2019 cerca de 4 mil empresas foram atendidas, ano passado 8.945 negócios diferentes receberam orientações e consultorias de especialistas nesses canais.

No total de atendimentos, 6.240 foram de microempreendedores individuais (MEI), 2.430 de microempresas e 275 de Empresas de Pequeno Porte. A pandemia acelerou a digitalização dos atendimentos do Sebrae/PR e aumentou o alcance para mais empresas e cidades do NP apoiado pela sua rede de parceiros, formada pelas prefeituras locais, no caso das salas, e do Sicoob e Associação Comercial e Empresarial de Andirá (ACEAD), no PA de Andirá. O número corresponde a 30% dos MEI e 25% do total de empresas do NP.

“Junto com nossos parceiros, tivemos a preocupação em estar ainda mais perto dos empreendedores num ano que foi desafiador pela crise gerada pela pandemia. Em 2021 seguimos com o trabalho, levando ainda mais conteúdo para que os empreendedores de micro e pequenas empresas sigam fortalecidos e promovam a retomada”, pontua a consultora do Sebrae/PR, Camila Eduarda dos Santos (foto).

A advogada e empreendedora Cássia da Silva Rodrigues procurou o Ponto de Atendimento ao Empreendedor de Andirá para buscar orientações sobre como profissionalizar a produção de empadas (foto).

“Comecei a vender na faculdade, há 13 anos, e deu tão certo que não parei mais. A receita é exclusiva e diferenciada, desenvolvida pela própria Cássia. “A massa é bem fina e leve, a gente quer comer várias de uma vez só”, conta.

 

Hoje, com ajuda do marido, ela faz os salgados, de sabores variados, por encomenda – feitas pelas redes sociais – e comercializa para festas, como batizados, aniversários, confraternizações, nos fins de semana. Após receber atendimento especializado, o casal planeja trabalhar com empadas congeladas e ter sempre o produto disponível com pronta-entrega para aumentar as vendas. “As empadas ajudam bastante na renda da família”, afirma.

A agricultora Luciana Bernardino Mafrin também deseja profissionalizar a fonte de renda extra da família, que é a fabricação e venda de rapadura. Para isso, procurou orientações na Sala do Empreendedor de Cambará.

“Queremos nos formalizar para aumentar nossos pontos de vendas. O Sebrae sempre nos oferece conteúdos importantes e simples de entender”, conta. Hoje, o produto é vendido principalmente para feirantes em Cambará, Ourinhos(SP), Jacarezinho e Andirá. A receita está há mais de 50 anos na família.

Os empreendedores interessados em buscar consultorias e capacitações pelos atendimentos online e presencial, podem entrar em contato pelo telefone (43) 3511-2650 ou acessar o portal do Sebrae/PR. Os atendimentos presenciais são agendados e seguem os protocolos de segurança contra a Covid-19.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.