Norte-pioneirense é o primeiro chef trans do Brasil

É o primeiro a integrar a Federação Italiana (delegação brasileira)

O Chef Máximo Disseró (fotos), nascido Maríndia é o Primeiro Chef “Trans” brasileiro a fazer parte da FIC (Federação Italiana de Chefs, delegação Brasileira). Ele e  sua esposa, Regininha, residem e trabalham em Santo Antônio da Platina.

Recentemente em sua Convenção anual, a Fic Brasil por meio de sua diretoria, comunicou oficialmente a todos essa notícia.

 

Ainda sobre o Chef Máximo, a FIC, se posicionou:

“Somos uma Federação que acolhemos o ser humano pelo seu talento e fidelidade à origem da culinária italiana. Estamos orgulhosos em ter como membro o primeiro Chef Trans. Máximo vem de uma formação internacional, 13 anos cozinhando fora do Brasil, se aprimorando todos os anos e sempre que pode, contribuindo para o crescimento da nossa Federação. Nesta sexta-feira, dia 29 de janeiro, uma data importante para todas as pessoas trans, não poderíamos deixar de mencionar o Nosso Chef, que enfrentou e enfrenta barreiras diariamente para ser respeitado em seu gênero. A FIC deseja que o tempero dessa vida seja a felicidade e o respeito ao próximo.
Obrigada Chef Máximo por fazer parte da nossa Federação.
Att.FIC BRASILE”.

O Chef Máximo é proprietário do restaurante Divino Gusto que a partir da próxima semana estará prestigiando a todos com mais uma novidade: Divino Gusto Massas Frescas e Congeladas.
Para mais informações (43) 99807-7317.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.