Enterrado corpo de homem vítima da pandemia

Ele tinha 52 anos e não resistiu após internamento em UTI

Denilson Soares da Silva (fotos) perdeu a vida às 16h25m desta sexta-feira, dia 29, num leito de UTI(Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Regional do Norte Pioneiro, em Santo Antônio da Platina, cidade onde nasceu e  residia com a família.

Aos 52 anos, casado com Vanderléia, tinha quatro filhos (inclusive uma religiosa, irmã Beatriz) e quatro netos.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Gislaine Galvão, ficou dez dias internado.

Trabalhou na JK Artes Gráficas, como garçom em eventos, durante 23 anos na Princesa do Norte, e, por último, de caixa no posto Millenium.

Católico praticante, colaborativo e muito respeitado, integrava o MFC (Movimento Familiar Cristão).

Não houve velório e o corpo foi sepultado no sábado, dia 30, de manhã (em cerimônia íntima) no Cemitério São João Batista, de acordo com o que informou o filho, Luis Gustavo.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.