Governo disponibiliza mapas sobre rochas e minérios no Paraná

As cartas elaboradas têm como base mapas geológicos

O Governo do Estado disponibilizou 21 cartas na escala 1:250.000, mostrando ocorrências, indícios e minas ativas e inativas conhecidas de rochas e minerais industriais extensivas a todo o Paraná. Os estudos são do Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

“Rochas e minerais industriais são substâncias naturais aplicadas em produtos e processos como matérias primas, insumos, aditivos e cargas nos mais diferentes segmentos econômicos”, explica o chefe da Divisão de Geologia do IAT, Geólogo Luciano Loyola.

Ele observa que, exceto os produtos à base de madeira, todos os demais são na maior parte rochas e minerais industriais. “Esses insumos são de amplo uso e indispensáveis para todos os segmentos industriais, como por exemplo construção civil, cerâmico, fundição, papel, plástico, vidro, fertilizantes, petróleo e agropecuário, dentre outros”, completa.

As cartas elaboradas têm como base mapas geológicos. Nesta etapa, foram inventariadas principalmente as rochas e minerais industriais conhecidos como de uso social, como argila, areia, calcário, saibro e rochas de amplo emprego na produção de telhas, tijolos, brita, cal, cimento e como corretivo agrícola.

Está prevista, ainda, uma segunda fase do projeto, em que serão inventariados os indícios, ocorrências e unidades minerais das matérias primas especificadas na legenda das cartas publicadas. A conclusão se dará com a elaboração de perfis analíticos para cada uma das substâncias inventariadas e avaliação do potencial mineral no Paraná.

CONSULTA – As cartas elaboradas estão disponíveis para consulta no site www.iat.pr.gov.br. Basta clicar em “Gestão Territorial” / “Produtos Geológicos” / “Prospecção e Pesquisa Mineral” / e “Mapas de Rochas e Minerais Industriais do Paraná.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.