Agronegócio amplia parceria com autoridades da segurança

Meta é reduzir criminalidade no campo também através da tecnologia

Exclusivo: Lideranças da agropecuária do Norte Pioneiro organizaram o 20º encontro com o objetivo de ampliar as forças da segurança pública e alinhavar formas de combater os frequentes crimes cometidos na zona rural da região. Foi na tarde de sexta-feira, dia 22, na sede do Sindicato Rural Patronal de Santo Antônio da Platina, com as presenças do seu presidente José Afonso Junior, do prefeito Professor Zezão e do subcomandante do 2º Batalhão da Polícia Militar de Jacarezinho, major Robson Falk.

Na oportunidade, foi definida a doação de recursos financeiros para o conserto de uma camionete Mitsubishi L200 ano 2.020 e também de um celular (smartphone) que ficará na 4ª Companhia da PM.

Por meio do aplicativo WhatsApp, um grupo de produtores rurais (de pequenos e médios a grandes) e de um WR Code, que é basicamente um novo código de barras em 2D (o antigo código trabalha com apenas uma dimensão, a horizontal, e o QR Code utiliza códigos com informações tanto no plano horizontal como na vertical) aumentarão a rapidez do atendimento a um eventual crime.

Por exemplo, se um sítio estiver sendo furtado, o gerente ou proprietário aciona a PM que, automaticamente, saberá onde está sendo cometida a ação, inclusive com o mapa e o direcionamento do local.

O código foi criado pela empresa japonesa Denso-Wave, em 1994, e desenvolvido inicialmente para a indústria de automóveis japonesa, para ajudar a catalogar as peças dos carros na linha de produção. Em 2003, a linguagem começou a ser aplicada em celulares, já que até as câmeras da tecnologia VGA, de baixa qualidade (presente em muitos aparelhos) são capazes de ler e interpretar a imagem.

Participaram também os presidentes dos sindicatos rurais de Jacarezinho, Eduardo Quintanilha, e de Cambará, Aristeu Sakamoto, do ex-presidente do Sindicato Rural Patronal de Ribeirão do Pinhal, Luiz Henrique Ferroni, do secretário municipal de Planejamento, coronel Airton Diniz, dos produtores rurais  Paulo Buso e Lígia Medeiros, do advogado e agricultor Alex Dias Massarelli, Bruna Fogaça, presidente do Conselho de Segurança local e do estagiário Breno Garcia.

A empresa JK Artes Gráficas foi lembrada pelo apoio.

Os nomes do deputado Luiz Cláudio Romanelli, do coronel Antônio Carlos de Morais, e do produtor Fernando Xavier foram mencionados pelo suporte nas reuniões anteriores.

Imagens: Vinícius Machado

Nenhuma descrição disponível.

Nenhuma descrição disponível.

Nenhuma descrição disponível.

Nenhuma descrição disponível.

Nenhuma descrição disponível.

 

Nenhuma descrição disponível.

 

Nenhuma descrição disponível.

Nenhuma descrição disponível.

 

Nenhuma descrição disponível.

 

Nenhuma descrição disponível.

Nenhuma descrição disponível.

Nenhuma descrição disponível.

 

Nenhuma descrição disponível.

 

Nenhuma descrição disponível.

 

Nenhuma descrição disponível.

 

Nenhuma descrição disponível.

Nenhuma descrição disponível.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.